Blog

Quais alimentos fazem bem para a sua memória?

20/08/2020

Seu cérebro é um grande negócio! Como o centro de controle de seu corpo, é responsável por manter seu coração batendo, seus pulmões respirando e permitindo que você se mova, sinta e pense.

É por isso que é uma boa ideia manter seu cérebro nas melhores condições de funcionamento. Os alimentos que você ingere desempenham um papel na manutenção da saúde do cérebro e podem melhorar tarefas mentais específicas, como memória e concentração.

Pensando nisso, hoje a Da Magrinha vai listar alguns alimentos que, se consumidos com regularidade, podem auxiliar muito a sua memória!

1. Peixe

Quando as pessoas falam sobre alimentos para o cérebro, peixes com uma maior quantidade de gordura costumam estar no topo da lista.

Este tipo de peixe inclui salmão, truta e sardinha, que são fontes ricas em ácidos graxos ômega-3.

Cerca de 60% do seu cérebro é feito de gordura e, metade dessa gordura, é do tipo ômega-3.

Seu cérebro usa ômega 3 para construir células cerebrais e nervosas, e essas gorduras são essenciais para o aprendizado e a memória.

Ômega 3 também tem alguns benefícios adicionais para o cérebro.

Por um lado, eles podem desacelerar o declínio mental relacionado à idade e ajudar a evitar a doença de Alzheimer. Por outro lado, não obter ômega-3 suficientes está associado a dificuldades de aprendizagem, bem como à depressão.

Em geral, comer peixe parece ter benefícios positivos para a saúde.

Um estudo descobriu que as pessoas que comiam peixe assado ou grelhado regularmente tinham mais massa cinzenta em seus cérebros. A massa cinzenta contém a maioria das células nervosas que controlam a tomada de decisões, a memória e a emoção.

No geral, peixes gordurosos são uma excelente escolha para a saúde do cérebro.

2. Café

Se o café é o destaque da sua manhã, você ficará feliz em saber que é bom para você.

Dois componentes principais do café - cafeína e antioxidantes - ajudam seu cérebro.

A cafeína do café tem vários efeitos positivos no cérebro, incluindo:

  • Maior alerta: a cafeína mantém o seu cérebro alerta ao bloquear a adenosina, um mensageiro químico que o deixa com sono;
  • Melhoria do humor: a cafeína também pode aumentar alguns de seus neurotransmissores "bem-estar", como a serotonina;
  • Maior concentração: um estudo descobriu que quando os participantes bebiam um grande café pela manhã ou porções menores ao longo do dia, eles eram mais eficazes em tarefas que exigiam concentração.

Beber café a longo prazo também está relacionado a um risco reduzido de doenças neurológicas, como Parkinson e Alzheimer. Isso pode ser, pelo menos em parte, devido à alta concentração de antioxidantes do café.

3. Cúrcuma/ Açafrão

A cúrcuma (ou açafrão) tem recebido muita atenção recentemente.

Esta especiaria amarela forte é um ingrediente chave no curry em pó e tem vários benefícios para o cérebro.

Foi demonstrado que a curcumina, o ingrediente ativo da cúrcuma, tem a capacidade de entrar diretamente no cérebro e beneficiar as células presentes. É um potente antioxidante e composto antiinflamatório, que tem sido associado aos seguintes benefícios para o cérebro:

  • Pode beneficiar a memória: a curcumina pode ajudar a melhorar a memória em pessoas com Alzheimer;
  • Alivia a depressão: aumenta a serotonina e a dopamina, que melhoram o humor. Um estudo descobriu que a curcumina melhorou os sintomas de depressão tanto quanto um antidepressivo em seis semanas;
  • Ajuda o crescimento de novas células cerebrais: a curcumina aumenta o fator neurotrófico derivado do cérebro, um tipo de hormônio do crescimento que ajuda as células cerebrais a crescer. Pode ajudar a retardar o declínio mental relacionado à idade.

 


4. Brócolis

O brócolis contém compostos vegetais poderosos, incluindo antioxidantes.

Também é muito rico em vitamina K, fornecendo mais de 100% da Ingestão Diária Recomendada (DRI) em uma porção de 1 xícara (91 gramas).

Essa vitamina solúvel em gordura é essencial para a formação de esfingolipídios, um tipo de gordura densamente contida nas células cerebrais.

Alguns estudos em adultos mais velhos relacionaram uma maior ingestão de vitamina K a uma memória melhor.

Além da vitamina K, o brócolis contém uma série de compostos que conferem efeitos antiinflamatórios e antioxidantes, que podem ajudar a proteger o cérebro contra danos.

5. Sementes de abóbora

As sementes de abóbora contêm antioxidantes poderosos que protegem o corpo e o cérebro dos danos dos radicais livres. Eles também são uma excelente fonte de magnésio, ferro, zinco e cobre.

Cada um desses nutrientes é importante para a saúde do cérebro:

  • Zinco: este elemento é crucial para a sinalização nervosa. A deficiência de zinco tem sido associada a muitas condições neurológicas, incluindo doença de Alzheimer, depressão e doença de Parkinson;
  • Magnésio: O magnésio é essencial para o aprendizado e a memória. Os baixos níveis de magnésio estão ligados a muitas doenças neurológicas, incluindo enxaquecas, depressão e epilepsia;
  • Cobre: ​​seu cérebro usa cobre para ajudar a controlar os sinais nervosos. E quando os níveis de cobre estão fora do normal, há um risco maior de doenças neurodegenerativas, como a doença de Alzheimer;
  • Ferro: A deficiência de ferro é frequentemente caracterizada por névoa cerebral e função cerebral prejudicada.


6. Cacau

O cacau em pó e o chocolate amargo contém alguns compostos que estimulam o cérebro, incluindo flavonóides, cafeína e antioxidantes.

Os flavonóides são um grupo de compostos antioxidantes de plantas.

Os flavonóides do chocolate se concentram nas áreas do cérebro que lidam com o aprendizado e a memória. Os pesquisadores dizem que esses compostos podem melhorar a memória e também ajudar a desacelerar o declínio mental relacionado à idade.

Em um estudo incluindo mais de 900 pessoas, aqueles que comeram chocolate com mais frequência tiveram um desempenho melhor em uma série de tarefas mentais, incluindo algumas envolvendo a memória, do que aqueles que raramente o comeram.

O cacau também é um estimulante legítimo do humor, de acordo com pesquisas.

Um estudo descobriu que os participantes que comeram chocolate experimentaram sentimentos positivos aumentados, em comparação com os participantes que comeram biscoitos.


7. Oleaginosas

A pesquisa mostrou que comer oleaginosas pode melhorar os marcadores da saúde do coração, e ter um coração saudável está relacionado a ter um cérebro saudável.

Um grande estudo descobriu que as mulheres que comiam castanhas regularmente ao longo de vários anos tinham uma memória mais nítida, em comparação com aquelas que não comiam nozes.

Vários nutrientes nas nozes, como gorduras saudáveis, antioxidantes e vitamina E, podem explicar seus benefícios para a saúde do cérebro.

A vitamina E protege as membranas celulares dos danos dos radicais livres, ajudando a diminuir o declínio mental.

Embora todas as nozes sejam boas para o cérebro, as nozes podem ter uma vantagem extra, uma vez que também fornecem ácidos graxos ômega-3.

E as oleaginosas você encontra em diversa variedade e em praticamente todos os produtos Da Magrinha! Vale a pena conferir!

8. Ovos

Os ovos são uma boa fonte de vários nutrientes ligados à saúde do cérebro, incluindo vitaminas B6 e B12, folato e colina.

A colina é um micronutriente importante que seu corpo usa para criar acetilcolina, um neurotransmissor que ajuda a regular o humor e a memória.

Dois estudos descobriram que a ingestão mais elevada de colina estava associada a uma melhor memória e função mental.

No entanto, muitas pessoas não consomem colina suficiente em sua dieta.Comer ovos é uma forma fácil de obter colina, visto que a gema está entre as fontes mais concentradas desse nutriente.

A ingestão adequada de colina é de 425 mg por dia para a maioria das mulheres e 550 mg por dia para homens, com apenas uma única gema de ovo contendo 112 mg.

Além disso, as vitaminas B têm vários papéis na saúde do cérebro.

Para começar, eles podem ajudar a retardar a progressão do declínio mental em idosos.

Além disso, a deficiência de dois tipos de vitaminas B - folato e B12 - tem sido associada à depressão.

A deficiência de folato é comum em idosos com demência, e estudos mostram que os suplementos de ácido fólico podem ajudar a minimizar o declínio mental relacionado à idade.

A B12 também está envolvida na síntese de substâncias químicas do cérebro e na regulação dos níveis de açúcar no cérebro.

É importante notar que há muito pouca pesquisa direta sobre a ligação entre comer ovos e a saúde do cérebro. No entanto, existem pesquisas que apóiam os benefícios dos nutrientes encontrados nos ovos, que aumentam o cérebro.

Últimas do blog

Card image cap
Veja como retomar o foco para uma alimentação saudável!

No início do ano colocamos aqui no nosso blog algumas dicas para você manter uma alimen...

Card image cap
10 motivos para você comer mais proteína

Os efeitos da gordura e dos carboidratos na saúde, às vezes, são controversos....

Card image cap
Alimentos que dão energia

Sabe aquela indisposição que não fica só naquele momento em que o desper...

Receba novidades

Da Magrinha

Tijucas - SC - Rua Bartolomeu Silva, 70 - Santa Luzia Tel/Fax: + 55 (48) 3641 3900
São Paulo - SP - Rua Dr. Mello Nogueira 105, sala 101 - Vila Baruel Tel/Fax: + 55 (11) 2387-8423
Rio de Janeiro - RJ
Argentina (Santa Izabel - Santa Fé)
Estados Unidos (Chicago)

SAC Da Magrinha
0800 643 1538
sac@damagrinha.com.br
Siga nas redes sociais
Linked In Facebook Instagram Youtube